quinta-feira, 30 de setembro de 2010

230 - Torneio de Amor (La Bride sur le Cou, 1961)


Repare no cabelo da nossa musa. E aí? É estilo 50, é estilo 60? Brigittemaníacos acham que é a mistura dos dois. Mas esse Roger Vadim não tem jeito mesmo! Vou ousar aqui e dizer que a única coisa importante que ele fez foi revelar Brigitte Bardot, e ponto final. Essa comédia começa muito legalzinha, depois cansa infinitamente mesmo tendo pouco mais de oitenta minutos. Vale pela cena de dança com a tolha que BB faz pelo final.

Nota: 6,0

2 comentários:

Malu disse...

Amei estas páginas!
Adoro filmes e 1000 filmes em um ano é tudo de bom...
Abraços

Criacuervos disse...

Pois eu amo la France, visse, é tudo sous le cou !

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails